Reformar é preciso, provavelmente

  • data: 01/11/2017
  • | as 18h05


A partir de novembro entra em vigor, provavelmente, a Reforma Trabalhista. Provavelmente, por que já há vários questionamentos e ações de inconstitucionalidade preparadas para barrar as alterações ou parte delas.
Ela não é o suficiente, mas é a possível.
Os sinais de que a Reforma Trabalhista é necessária são evidentes: de acordo com o IPEA apenas 49% da força de trabalho no Brasil são protegidos pela CLT os demais são trabalhadores por conta própria ou informais; em 2016 a Justiça do Trabalho recebeu 3,6 milhões de novos processos que somados a outros 2,5 milhões em tramitação equivalem a quase 15% desta força de trabalho. Essa mesma Justiça do Trabalho em 2016 concedeu aos brasileiros que entraram com reclamações trabalhistas cerca de 8 bilhões de reais em benefícios, mas custou para todos os brasileiros 17 bilhões de reais com suas próprias despesas.
Em resumo a atual a Justiça do Trabalho e a CLT não protegem os trabalhadores, é cara e não é justa, pois permite o surgimento a cada ano de mais e mais ações trabalhistas, que via de regra, são resolvidas pelo famoso “tem acordo?”.
Enquanto isso, a dinâmica realista das relações de trabalho e emprego, acabam por criar alternativas e soluções que a Reforma Trabalhista tenta oficializar, como por exemplo, o teletrabalho e a jornada intermitente entre outras tantas.
Se a Reforma Trabalhista sobreviver será preciso estabelecer uma nova relação entre os sindicatos patronais e profissionais que, se equilibrada, poderá trazer benefícios para todos os lados e gerar empregos com menores custos e menos incertezas.
Direitos perdidos?
Por enquanto somente para os sindicatos que terão de conviver sem a contribuição sindical, provavelmente.


Jorge Miguel
Presidente



Mais Noticias

Lei 14.020/20 e Decreto 10.422/20 frente à MP 936/20

A Medida Provisória nº 936/2020, publicada em 01/04/2020, se revelou de extrem ...

Durante todo mês de julho a ANTT vai intensificar a fiscalização contra o transporte clandestino

Durante todo mês de julho a ANTT vai intensificar a fiscalização contr ...

O governador de São Paulo, anunciou que o reajuste dos pedágios foi adiado para 23 de novembro

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou que o reajuste dos ped&aacut ...

A 6ª edição do boletim informativo já está no ar!

O TRANSFRETUR está o tempo todo pensando e desenvolvendo maneiras de deixar os asso ...

A plataforma digital Drive & Listen oferece aos internautas a chance de visitar “em tempo real” cidades icônicas do mundo

Ver o movimento dos carros, dos turistas registrando imagens de monumentos, das pessoas an ...

Baixe agora nosso Aplicativo

Sed tamen tempor magna labore dolore dolor sint tempor duis magna elit veniam aliqua esse amet veniam enim export quid quid veniam

2020. Transfretur®. Desenvolvido por Talentum Tecnologia