Ser Inovador e Inovar

por Jorge Miguel Presidente


Postado em 2 de Fevereiro 2018 as 11:09



Em outubro a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) começa a rastrear as viagens de fretamento através do Monitrip. Parece ser moderno, mas é a velha forma do poder público de interferir na atividade privada. É o Estado que acha que sabe o que é melhor para a sociedade, mesmo sem cumprir o seu papel de regulador e fiscalizador.

Exigir o rastreamento do serviço público pode ser até uma obrigação de quem presta o serviço para o público, para o cidadão. Que o privado também tem que seguir regulamentos e normas não se discute, mas daí a exigir o rastreamento para comprovar o que as empresas declaram que vão fazer via solicitação antecipada de viagem, é no mínimo uma punição para os que estão regulares. Enquanto isso os irregulares vagam por este Brasil afora sem que sejam importunados e, quando o são, sempre encontram um desvio, uma saída “nessa longa estrada da vida”.

Ainda misturando o moderno com uma prática “medieval”, o município de São Paulo chegou a publicar uma norma que exigia que a empresa de fretamento solicitasse, com 10 dias úteis de antecedência, uma autorização para entrar no centro da cidade. Como se todos os eventos e necessidades de transporte de grupos de uma metrópole como São Paulo tivessem essa antecipação.

Felizmente, pensando no moderno, num mundo compartilhado, no que é moderno mesmo, na desburocratização dos processos, na simplificação da vida daqueles que trabalham e enfrentam todos os dias as disputas árduas do mercado, o secretário Jilmar Tatto mandou refazer a regulamentação equivocada que poderia até parecer lógica, mas sem sentido prático, sem benefícios para o município, mas que geraria muitos transtornos.

Estamos longe de corrigir todos os problemas, mas uma maneira diferente de conduzir e gerenciar uma cidade pode surgir a partir de 2017. O prefeito eleito João Doria sugere uma gestão inovadora, numa cidade com problemas antigos e gigantescos. Começa inovando ao criar o Conselho Superior, convidando os ex­prefeitos da cidade para ajudar com a experiência. Haddad já confirmou sua participação.

Doria foi o único candidato que participou de eventos promovidos pelo TRANSFRETUR para apresentar o setor. Marta Suplicy desistiu no último minuto e abriu espaço para o candidato a vice­prefeito Andréa Matarazzo, que falou para empresários como empresário. Os demais não conseguiram disponibilizar tempo na curta campanha.

É simples assim.

Jorge Miguel

Presidente


Busca
Últimas Posts

Mais lidas essa Semana


Leia Mais

Departamento de Transportes Públicos (DTP) Disponibiliza Agendamento Eletrônico para Todos - Cadastro e Controle de Transporte Diferenciado.

Desde o último dia 15, o Departamento de Transportes Públicos (DTP) disponibiliza agen ...

Leia Mais

Artesp Autorizou a Entrada de uma nova Operadora no Mercado de Pedagiamento Eletrônico

A Artesp autorizou a entrada de uma nova operadora no mercado de pedagiamento eletrônico nas r ...

Leia Mais

Edital de Concessão para Estacionamento Rotativo em São Paulo

Edital de concessão para estacionamento rotativo em São Paulo foi publicado e obriga o ...

Leia Mais

Território Educadores

A Prefeitura de São Paulo, em parceria com a organização United Way Brasil, ina ...

Leia Mais

Reformar é preciso, provavelmente

A partir de novembro entra em vigor, provavelmente, a Reforma Trabalhista. Provavelmente, por que j& ...

Leia Mais

Feliz Dia dos Professores

Ninguém seria o que é, se não fosse por eles. #DiadosProfessores #15deOutubro ...

Baixe agora nosso Aplicativo

E você poderá acessar documentos e ficar por dentro de todas as informações sobre o TRANSFRETUR.

2018. Transfretur®. Desenvolvido por Talentum Informática